bancada evangélica adia votação da Lei da Palmada


A votação prevista para esta terça-feira da proposta que proíbe o uso de castigos corporais em crianças e adolescentes foi adiada para quarta-feira (14), após divergências dos defensores do texto com a bancada evangélica. A matéria, que tramita em caráter conclusivo na comissão especial criada para analisar o assunto, seguirá direto para o Senado se for aprovada.

Parlamentares da bancada evangélica, no entanto, ameaçaram recorrer para que a proposta tivesse de ser votada também no Plenário da Câmara. Os deputados defendem a substituição, no projeto, da expressão "castigo corporal" por "agressão física". O objetivo seria evitar a ideia de que a lei proibiria qualquer tipo de punição ou limites a meninos e meninas.
A relatora, deputada Teresa Surita (PMDB-RR), em novo substitutivo sobre a matéria, acatou a sugestão dos evangélicos, o que surpreendeu a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e os movimentos sociais que apoiam o texto original.
A reunião da comissão especial será realizada às 14h30.Da Agência Câmara
COMPARTILHAR:

+1

Agende Já Alexandre Menezes

Agende Já Alexandre Menezes
Contato para agenda 88 99769 3038

Agende já Ev. Leandro Luis

Agende já Ev. Leandro Luis
Contatos 85 9 8757 4179

Agende Já , Pastor Jânio Lemos

Agende Já , Pastor Jânio Lemos
☎️��Contatos: 85 9765-0778

Agende Já Ev. Demétrius Martins

Agende Já Ev. Demétrius Martins
Contatos para Agendas 85 98611 6989

Agende Conf. Carlos Emanuel

Agende Conf. Carlos Emanuel
Contatos 85 99777 3592

Agende Já Pr. Amaseni Albuquerque

Agende Já Pr. Amaseni Albuquerque
☎️��Contatos: 85 996723428