Em protesto contra restrições da Covid-19, pastor transforma igreja em bar

O caso aconteceu no dia em que a Igreja Redentor celebrava 75 anos de existência
Um pastor evangélico foi além da imaginação como forma de protestar contra as medidas de restrição da Covid-19. O caso aconteceu na Argentina e ganhou repercussão mundial.

O líder evangélico reabriu a igreja como bar,  em protesto contra a decisão do governo daquele país de manter as restrições no que respeita a serviços religiosos, apesar da reabertura gradual de outros espaços públicos, como centros comerciais e bares.

Os pastores se vestiram de empregados de bar, levando bíblias em bandejas para servir aos “clientes”, e colocaram os fiéis sentados em mesas como em um bar.

O caso ocorreu na Igreja Redentor, da cidade de San Lorenzo, em Santa Fé, na Argentina, liderada pelo pastor Daniel Cattaneo.

“Estamos hoje aqui, vestidos assim, com uma bandeja na mão, porque parece que esta é a única forma de podermos servir a palavra de Deus”, disse o Pastor Cattaneo, citado pelo jornal inglês The Guardian, na abertura do seu “bar sagrado”, na Comunidade Redentor.

“Queremos exercer o nosso direito constitucional de praticar a nossa fé. Preocupa-nos que limitem os nossos direitos”, disse o pastor Daniel Cattaneo aos seus fiéis, citado pelo Medios Red, no dia em que a Igreja Redentor celebrava 75 anos de existência na cidade de San Lorenzo. Uma celebração que misturou festa e protesto.

Fonte O F.Goepel