CGADB divulga nota de repúdio a ADI 5668/2017 com base nas Sagradas Escrituras

A Ação Direita de Inconstitucionalidade segue em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF)


Da Redação
Diário Pentecostal / com informações da CGADB |

A CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil), sob a presidência do pastor José Wellington da Costa Junior, divulgou uma nota de repúdio a Ação Direita de Inconstitucionalidade (ADI) nº 5668/2017, que segue em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF). O documento divulgado no início do mês mostra o posicionamento bíblico-doutrinário das Assembleias de Deus, que reiteram o compromisso com os "direitos fundamentais" do ser humano e se posicionam contra qualquer tipo de discriminação, intolerância, ou preconceito.

Segue posicionamento abaixo: