Reflexão | Um mundo farto de pregações | Por Fracielio de Freitas

UM MUNDO FARTO DE PREGAÇÕES 
Por Fracielio de Freitas

Fomos chamados para pregar o evangelho de Cristo a toda criatura (Mc 16.15; Mt 28.19), porém, dificilmente teremos êxito nesta missão se nosso estilo de vida não demonstra que somos verdadeiros discípulos de Jesus e, principalmente se não comprovamos para os que nos cercam que agora nossa satisfação e esperança estão totalmente concentradas em Deus.

Como o mundo acreditará no poder transformador do evangelho se muitos dos que dizem ter se convertido a Cristo ainda vivem em constante murmuração e num estilo de vida pecaminoso ou não muito diferente do que tinha antes de aceitar a fé em Cristo?

Sei muito bem que a salvação depende de Deus e que é o Espírito santo quem convence o homem do pecado, mas isto não anula o fato de que Deus usa o nosso testemunho cristão e conduta moral para mostrar ao mundo o que acontece com quem se torna um discípulo de Jesus.

O mundo está farto de tantos discursos religiosos belos e persuasivos, o que ele quer e precisa ver para crer no evangelho de Cristo são das obras de amor, mansidão, humildade, fidelidade, justiça e santificação manifestas por e entre aqueles que dizem ser de Jesus.