Abílio Santana vai pedir cassação de Flordelis: 'Farei o possível para tirar ela do parlamento'

Flordelis é suspeita de matar o marido | Foto: 

Evangélico, o deputado federal Abílio Santana (PL) irá pedir a cassação do mandato da deputada federal Flordelis (PSD). A parlamentar fluminense é acusada de ser mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, que era amigo de Abílio.

 

O pastor foi executado com mais de 30 tiros, em junho de 2019 e Flordelis e a família são suspeitos do crime.

 

O parlamentar baiano confirmou que vai pedir ao Conselho de Ética da Câmara a cassação do mandato da deputada, por falta de decoro. 

 

“Ela foi eleita pelo voto de um povo que acreditou na palavra dela como uma missionária de Deus. Ela enganou, mentiu, mandou matar. Não é digna de permanecer com o cargo público, e se esconder atrás da imunidade parlamentar. O mandato tem que ser cassado e a justiça deve ser feita, sem os privilégios do foro. É inaceitável a utilização das palavras do senhor, da fé do povo, das escrituras bíblicas, quando o mal é feito por debaixo dos panos. Era tudo uma farsa, a maldade e a ganância foi capaz de ceifar uma vida. É doloroso pensar até onde o ser humano é capaz de ir. Mas, acredito na justiça, sobretudo de Deus, e farei o possível para tirar ela do parlamento”.

 

O deputado e, também, pastor Abílio tinha relação de amizade com o pastor Anderson, vítima do assassinato. Ele repudiou, ainda, a forma considera “hipócrita”, que  Flordelis vem se posicionando. Na segunda (24), a Polícia Civil do Rio de Janeiro e o Ministério Público prenderam oito pessoas pelo envolvimento na morte do pastor. A deputada Flordelis foi denunciada como mandante do crime, segundo a força-tarefa da Operação Lucas 12. Ela não foi presa porque tem imunidade parlamentar.

BN notícias