Perseguição, Mais de 200 policiais armados invadem igreja para impedir culto, no Canadá


GREJA PERSEGUIDA
Via Gospel prime
Policiais haviam montado cerca de ferro em torno da Grace Life

O momento em que mais de 200 policiais armados em Edmonton, Canadá, entraram na igreja Grace Life para interromper os cultos foi capturado por um vídeo.

Os congregantes derrubaram a cerca que havia sido feita pela polícia e o órgão de saúde na quarta passada, em volta da igreja para interromper as celebrações religiosas.

A igreja já vem ganhando manchetes desde o início do ano por se recusar a fechar as suas portas durante o confinamento, o que resultou na prisão do seu pastor, James Coates, por 35 dias, e foi liberado em 29 de março deste ano.

O fundador do Rebel News, Ezra Levant, publicou em sua conta do Twitter o vídeo dos policiais invadindo a igreja e escreveu:

“Depois que os cristãos derrubaram a cerca que o governo construiu ao redor da igreja de Edmonton, a polícia enviou 200 policiais fortemente armados. Esse é o prédio da igreja que você vê ali. Isso é coisa da China, coisa do Irã. Mas está acontecendo no Canadá. ”
Link do vídeo

Perseguição às igrejas no Canadá

Em outro vídeo publicado por Ezra, é possível ver a congregação reunida fora da igreja entoando louvores. “A igreja ainda não fechava. Então a polícia fez uma batida, transformou-a em uma guarnição armada e a ocupou. E ainda assim os cristãos vêm”, escreveu ele.

As igrejas se tornaram o principal alvo de aplicação da lei de restrições contra a covid-19, no domingo de Páscoa um pastor polonês que vive no Canadá, teve que expulsar os oficiais da sua igreja em Alberta.

Artur Pawlowski mandou os oficiais embora e que só voltassem com um mandado em mãos, os chamou de nazistas e Gestapo, e falou firmemente para eles “darem o fora” da propriedade.

Mais tarde, Pawlowski deu uma entrevista na Fox News, e afirmou que os ataques dos policiais contra os cultos religiosos traz de volta lembranças que ele viveu na infância durante o domínio da União Soviética.